• Biografias: conheça a história de vida dos filósofos mais famosos de todos os tempos.

  • Livros de Filosofia: confira uma lista de livros indicados por nossa equipe.

  • Leia resenhas sobre diversos livros que abordam temas relacionados à Filosofia.

Seja bem-vindo ao Só Filosofia!

...o site sobre Filosofia que mais cresce no Brasil. Aqui você encontrará inúmeras páginas com conteúdos, biblioteca virtual, rádio, televisão, artigos, curiosidades, exercícios, livros para download e muito mais.
Uma foto de um evento, de um filósofo, de algo relacionado à Filosofia e sua explicação.
Veja imagens de Filosofia selecionadas por nossa equipe e suas descrições.
Entrevistas com diversos filósofos sobre temas interessantes da Filosofia.
Um abrangente dicionário explicando os termos mais conhecidos da Filosofia.
Diversas curiosidades da Filosofia em geral e de alguns filósofos.
Selecionamos algumas charges interessantes publicadas na Internet.
(07/Out) Charge da semana - Luc Vernimmen
(01/Out) Provas de Concursos - CADERNO DE APOIO PROVA ...
(30/Set) Filosofia Online (TV) - Daniel Dennett - O engano de ...
(29/Set) Charge da semana - Ba Bilig
(23/Set) Chegou às livrarias - A História da Filosofia - ...
(21/Set) Chegou às livrarias - Filosofia: O que você quer ...
(14/Set) Provas de Concursos - Vacaria - RS - Fundatec - 2019
(06/Set) Charge da semana - Fares Garabet
Perdeu alguma novidade? Clique aqui.
Panlogismo - Johann Eduard Erdmann designou a doutrina de Hegel de Panlogista por admitir a identidade entre racional e real.

Racionalismo - Em geral, a atitude de quem confia nos procedimentos da razão para a determinação de crenças ou de técnicas em determinado campo. Esse termo foi usado a partir do século XVII para designar tal atitude no campo religioso; "Há uma nova seita difundida entre eles (presbiterianos e independentes) que é a dos racionalistas: o que a razão lhes dita, eles consideram bom até que achem algo melhor. Nesse sentido Baumgarten dizia: "Racionalismo é o erro de quem elimina da religião todas as coisas que estão acima da própria razão". Kant foi o primeiro a adotar esse termo como símbolo de sua doutrina, estendendo-o do campo religioso para os outros campos de investigação. Deu o nome de Racionalismo à sua filosofia transcendental, ao passo que chamava de noologistas ou dogmáticos os filósofos que a historiografia alemã do século XIX chamou depois de racionalistas. No terreno da moral, defendia "o Racionalismo do juízo, que da natureza sensível toma apenas o que a Razão Pura pode pensar por si, ou seja, a conformidade com a lei", opondo-se por isso ao misticismo e ao empirismo da razão prática. Finalmente, caracterizava como Racionalismo seu ponto de vista em matéria religiosa: "O racionalista, em virtude desse mesmo título, deve manter-se nos limites da capacidade humana. Portanto, nunca usará o tom contundente do naturalista nem contestará a possibilidade nem a necessidade de uma revelação. (...) Porquanto sobre tais assuntos nenhum homem pode decidir o que quer que seja pela razão". Por outro lado, Hegel foi o primeiro a caracterizar como Racionalismo a corrente que vai de Descartes a Spinoza e Leibniz, opondo-o ao empirismo de origem lockiana. Por Racionalismo ele entendeu a "metafísica do intelecto", que é a "tendência á substância, em virtude da qual se afirma, contra o dualismo, uma única unidade, um único pensamento, da mesma maneira como os antigos afirmavam o ser. A contraposição entre racionalismo e empirismo fixou-se depois nos esquemas tradicionais da história da filosofia, por mais que o próprio Hegel notasse seu caráter aproximativo. Quanto ao "Racionalismo religioso", Hegel afirmava que ele é "o oposto da filosofia" porque coloca "o vazio no lugar do céu" e porque sua forma é um raciocinar sem liberdade, e não um entender conceitualmente". Com base nessas observações históricas, pode-se dizer que o termo em foco compreende os seguintes significados: 1º O Racionalismo religioso designa algumas correntes protestantes, ou um ponto de vista semelhante ao de Kant. 2º O Racionalismo filosófico designa propriamente a doutrina de Kant (que adotou esse termo), ou então a corrente metafísica da filosofia moderna, de Descartes a Kant. 3º Em sua significação genérica, pode ser usado para indicar qualquer orientação filosófica que recorra á razão.
Para ver outras palavras, clique aqui.
Herman Dooyeweerd. Nasceu no dia 7 de outubro de 1894. Obra principal: No Crepúsculo do Pensamento. Pensamento: Na base de qualquer concepção filosófica existe sempre um motivo de caráter religioso. O universo e tudo o que ele contém é regulado por leis precisas estabelecidas por Deus. Tudo o que existe está ligado ao ser humano como experiência, consciência e conhecimento. O tempo funciona como um prisma e garante a coerência entre as experiências particulares. Cada estrutura individual experimenta e interpreta os fenômenos de maneira diferente, mas existe uma afinidade entre as estruturas, essas afinidades são garantidas por leis estruturais. As estruturas são interdependentes e ligadas entre si, o que garante uma coerência universal.