Você está em Ajuda > Dicionário

Dicionário de Filosofia

Imediato
Todo objeto que pode ser reconhecido ou proposto sem a ajuda de qualquer outro objeto.
 

Imoralismo
Expressão adotada por Friedrich Nietzsche para expressar sua posição de antagonismo à moral tradicional e sua tentativa de efetuar uma reviravolta dos valores. Nietzsche dizia: Sabe-se qual é a palavra que preparei para esta luta, a palavra imoralista; minha fórmula também é conhecida: além do bem e do mal.
 

Imortalidade
Uma das crenças mais difundidas nas filosofias e nas religiões do Oriente e do Ocidente. Do ponto de vista filosófico, pode assumir duas formas diferentes: 1 - A crença na Imortalidade da pessoa individual, ou seja, da alma humana em sua totalidade; 2 - A crença na Imortalidade daquilo que a pessoa individual tem em comum com um princípio eterno e divino, só da parte impessoal da alma.
 

Imperativo
Termo criado por Immanuel Kant, talvez por analogia com o termo bíblico mandamento, para indicar a fórmula que expressa uma norma da razão. Kant diz: A representação de um princípio objetivo, porquanto coage a vontade, denomina-se comando da razão, e a fórmula do comando denomina-se Imperativo.
 

Impessoal
Segundo Martin Heidegger, é o modo de ser nivelado da existência quotidiana, na sua mediania pública, isto é, nas formas que acaba assumindo na vida de todo dia. Em tal modo de ser, cada um é os outros e ninguém é ele mesmo.
 

Implicação
A Implicação é a composição de duas proposições por meio do conectivo se... então, em que a primeira se chama antecedente e a segunda consequente. Tanto a linguagem comum quanto a científica oferecem exemplos de Implicação bem distintos.
 

Imposição
Na Lógica medieval é o ato pelo qual um nome é destinado a significar uma coisa.
 

Impressão
A teoria segundo a qual o conhecimento consiste numa marca ou impressão feita pelas coisas sobre a alma nasce com os estoicos. Estes diziam que a imagem é um sinal na alma. Cícero procurou eliminar o caráter físico da Impressão. Esse termo foi difundido na filosofia e na linguagem moderna por Hume, que entendeu por Impressão todas as nossas sensações, paixões e emoções, em sua primeira aparição na alma.
 

Impulso
Incentivo súbito, momentâneo e difícil de controlar para determinada ação. Chama-se de impulsivo quem está sujeito a frequentes ímpetos desse tipo.
 

Imputabilidade
Possibilidade de atribuir uma ação a um agente, como causador; é diferente da responsabilidade.
 

   

 
 
Como referenciar: "Dicionário - I" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2020. Consultado em 01/10/2020 às 15:13. Disponível na Internet em http://sofilosofia.com.br/vi_dic.php?pg=2&palvr=I